A União Europeia (UE) disse que organizará uma operação militar para apoiar a assistência humanitária na Líbia, caso isso seja requisitado. Em comunicado, o Conselho Europeu afirmou que a sede da operação seria instalada em Roma e que o comandante seria o contra-almirante italiano Claudio Gaudiosi.

O comunicado disse que se houver um pedido do Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (Eufor) a UE vai ajudar na evacuação de pessoas desalojadas e apoiar as operações humanitárias.

A operação deve custar 9,8 milhões de euros (US$ 13,86 milhões) diz o comunicado, embora não detalhe as medidas. A menos que haja uma decisão do Conselho Europeu, ela terá a duração máxima de quatro meses. As informações são da Associated Press.