Os líderes da União Européia (UE) pretendiam enviar a Bali, na Indonésia, onde acontece a 13ª Conferência do Clima (COP-13), um documento para pressionar os representantes de mais de 190 países engajados em discussões sobre as mudanças climáticas a aceitarem um plano de ação urgente para combater o aquecimento global.

Um rascunho da resolução a ser adotada hoje durante a cúpula de fim de ano da UE afirma que a conferência-quadro promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU) "deve responder à urgente necessidade por uma ação global".

O rascunho, obtido pela Associated Press, diz que "a conferência internacional para começar a discutir um acordo para suceder o Protocolo de Kyoto, que expira em 2012, deve lançar as negociações para que um acordo global, amplo e eficaz seja alcançado até 2009".

Enquanto os líderes dos 27 países da UE estão reunidos em Bruxelas, os negociadores em Bali buscam um compromisso para superar o impasse entre a UE e os Estados Unidos quanto à amplitude das metas de futuras reduções de emissões de gases causadores do efeito estufa.