Os ministros de Relações Exteriores dos países da União Europeia (UE) encarregaram nesta segunda-feira sua Alta Representante, Catherine Ashton, de estabelecer contatos políticos com Cuba para estudar possíveis formas de avançar na relação entre o bloco e a ilha caribenha. Catherine, que terá que atuar dentro do marco da atual posição comum da UE sobre Cuba, se comprometeu a relatar o resultado de uma missão em dezembro, na qual espera “estabelecer contatos” com o governo, , embora não esteja prevista uma viagem oficial ao país.

Os ministros debatiam a resposta da UE à recente decisão de Havana de libertar 42 presos políticos e anunciar algumas reformas econômicas. Ao falar sobre estas decisões, Catherine disse que o chanceler espanhol Miguel Moratinos, que acaba de deixar o cargo, fez um trabalho “fenomenal” e que seu esforço “alcançou, na relação bilateral, uma demonstração de que Cuba está disposta a um acordo”.