Um terremoto de magnitude de 7 graus atingiu Christchurch, a segunda maior cidade da Nova Zelândia, na manhã de sábado (pelo horário local), causando destruição, segundo o Centro de Geologia dos Estados Unidos (USGS na sigla em inglês). A magnitude do abalo foi revisada para baixo duas vezes pelo USGS. Inicialmente, ela fora estimada em 7,4 e depois em 7,2.

Abalos secundários continuam a ser sentidos e há grande destruição em Christchurch, segundo o jornal local The Post. Vários pontos da cidade de 340 mil habitantes parecem estar sem energia elétrica. Colleen Simpson, morador da cidade, disse ao jornal que muitas pessoas saíram correndo para as ruas. “Meu Deus! Há uma fileira de lojas completamente destruídas do meu lado direito”, disse Simpson, por telefone, ao diário.

Casas, prédios e pontes sofreram danos estruturais. Segundo a Rádio Nova Zelândia, a Defesa Civil ainda não havia decidido se o centro nacional de crises seria colocado em ação. Um abalo secundário de 5,7 foi sentido às 4h53 (horário local), informou o USGS. Meios de comunicação locais disseram que uma série de tremores continuavam a ser sentidos em toda a cidade.

O terremoto foi sentido em grande parte da ilha sul da Nova Zelândia. Christchurch fica na costa leste da ilha. Segundo o Centro de Advertência de Tsunami do Pacífico, não há ameaça de ocorrência de um tsunami de grandes dimensões, mas uma tremor dessa magnitude pode gerar um tsunami local. “Autoridades da região do epicentro devem ficar alertas sobre esta possibilidade e tomar as medidas apropriadas”, informou o centro. As informações são da Dow Jones.