Um grande número de funcionários das Nações Unidas está desaparecido depois do mais forte terremoto no Haiti em mais de dois séculos, segundo informou em comunicado Alain Leroy, chefe do departamento de operações de manutenção da paz da organização. Leroy disse que a sede da Missão das Nações Unidas para Estabilização no Haiti (Minustah), em Porto Príncipe, “sofreu sérios danos, juntamente com outras instalações da ONU (Organização das Nações Unidas)”. As informações são da Dow Jones.