Os presidentes da Venezuela, Hugo Chávez, e da Bolívia, Evo Morales, assinaram nesta quinta-feira (22) um acordo para ampliar a cooperação militar bilateral com o objetivo de garantir a defesa dos dois países.

O acordo para ampliar a cooperação técnico-militar foi firmado pelos ministros da Defesa das duas nações, e aborda áreas como "capacitação de oficiais, treinamento, potencializar equipes e logística", segundo explicou Chávez.

"É uma ampla gama de frentes de trabalhos que irão beneficiar os nossos povos e a nossa capacidade de assegurar a nossa defesa, a democracia boliviana e a venezuelana, os interesses de nossos povos", pontuou o presidente venezuelano.

Já Morales agradeceu o convênio porque "as Forças Armadas precisam de cooperação técnica, de treinamento" e "é importante que compartilhem experiências para que estejam a serviço do povo e não em defesa de interesses externos".

Os presidentes assinaram o acordo antes de viajarem juntos para participar da Cúpula da União das Nações Sul-americanas (Unasul), que começa hoje em Brasília, onde será debatida a criação de um Conselho de Defesa Sul-americano.