A Venezuela anunciou a reabertura de sua embaixada em Bogotá e informou que autorizará o retorno dos diplomatas colombianos expulsos na semana passada pelo presidente Hugo Chávez, em meio à tensão entre os dois países por causa de um ataque da Colômbia contra rebeldes em solo equatoriano.

"A Venezuela decidiu restabelecer o normal funcionamento das relações diplomáticas com o governo da República da Colômbia", informou o governo, por meio de um comunicado. "O governo venezuelano enviará imediatamente seu corpo diplomático a Bogotá.

O anúncio vem à tona apenas dois dias depois de os presidentes da Colômbia, Alvaro Uribe, do Equador, Rafael Correa, e da Venezuela, Hugo Chávez, terem dado por encerrada a crise durante uma reunião de cúpula do Grupo do Rio em Santo Domingo, República Dominicana.