A violência relacionada ao narcotráfico deixou 13 pessoas mortas, neste sábado, na cidade turística mexicana de Acapulco e em seu entorno. Entre as vítimas estão quatro civis que foram decapitados, além de cinco policiais.

Os corpos dos homens decapitados foram encontrados de madrugada no centro da cidade. Outros dois mortos foram encontrados em uma pequena vila a oeste de Acapulco. Os cinco policiais foram mortos a tiros por homens armados em Tulchingo, perto de Acapulco.

Os Estados de Guerrero e o vizinho Michoacán são áreas dominadas pelo cartel “La Familia”, um dos mais poderosos do país. Cartéis rivais travam confrontos sangrentos pelo controle das lucrativas rotas do narcotráfico no norte do país rumo aos Estados Unidos.

O crime relacionado às drogas deixou mais de 15 mil mortos nos últimos três anos no México. Isso apesar da ofensiva nacional para combater a violência, enviando 50 mil soldados para enfrentar o problema. As informações são da Dow Jones.