A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Nancy Andrighi toma posse nesta quinta-feira (6) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como ministra substituta. A cerimônia ocorrerá no gabinete da Presidência do TSE, às 18h30.

Ela foi eleita pelo Plenário do STJ no dia 6 de abril para ocupar a vaga deixada pelo ministro Aldir Passarinho Junior, que assumiu cadeira efetiva na Justiça Eleitoral.

De acordo com a Constituição Federal, a composição do TSE é formada por sete ministros, sendo três oriundos do Supremo Tribunal Federal (STF); dois do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dois advogados indicados pelo STF e nomeados pelo presidente da República.

Perfil

Gaúcha nascida em Soledade, Rio Grande do Sul, a ministra Nancy Andrighi se formou em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; cursou pós-graduação na Universidade do Vale dos Sinos (RS); na Universidade Católica de Brasília (UCB) e no Centro Unificado de Brasília (Uniceub).

Desde 1999, a ministra integra o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e atualmente faz parte da 3ª Turma do tribunal. No início de sua carreira, foi servidora do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio Grande do Sul e também atuou na Defensoria Pública do estado.

Na magistratura, iniciou sua carreira como juíza de Direito no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul e atuou também no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, onde se tornou desembargadora.