Foto por: Rajesh Jantilal

O herói da luta anti-apartheid e ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, decidiu “saudar os torcedores” no estádio Soccer City de Johannesburgo, por ocasião da cerimônia de encerramento do Mundial, informou à AFP seu neto, porta-voz da família.

Mandela “decidiu vir. Virá só para o início (da cerimônia), para saudar a torcida antes de voltar para casa”, comentou, na tarde de domingo, Nkosi Zwelivelile Mandela, que pouco antes havia destacado que a família ainda estava pensando na possível presença do prêmio Nobel da Paz.

“É só para agradecer e prestar homenagem a todos os torcedores”, afirmou, explicando que tem previsto assistir à final entre Holanda e Espanha pela televisão.

Com quase 92 anos e saúde delicada, Nelson Mandela tinha previsto estar em 11 de junho na abertura do torneio, mas a morte, horas antes, de sua bisneta, Zenani, o forçou a adiar sua presença no evento.