O Diretório Nacional do Partido Popular Socialista (PPS) deve decidir hoje se deixa ou não a base aliada do governo. A reunião começa daqui a pouco num hotel no centro da cidade. O presidente do partido, Roberto Freire, a prefeita de Boa Vista (RR), Tereza Jucá ,além de dez deputados federais já chegaram para participar do encontro. O ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes, que também está sendo aguardado, até o momento não apareceu.

O Diretório Nacional do PPS é formado por 130 filiados, entre eles 15 deputados federais e os 2 senadores. Segundo a assessoria do partido, a tendência do Diretório é votar pelo fim da aliança com o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas a decisão só deve ser anunciada à tarde. A maioria da bancada do PPS no Congresso Nacional – formada por 24 deputados federais e 2 senadores – é favorável à permanência do PPS na base do governo, segundo a assessoria.

Agora pela manhã, o Diretório Nacional vai fazer uma avaliação do resultado das últimas eleições municipais. O PPS elegeu 307 prefeitos e 2.810 vereadores em todo o país. Além do Ministéro da Interação Nacional, o partido também está à frente da Funai, que é presidida por Mércio Gomes, e da Secretaria de Gestão participativa do Ministério da Saúde, cujo cargo é ocupado por Crescêncio Antunes.