Num jogão eletrizante que culminou com a marcação de sete gols-relâmpagos e maiúscula vitória do Nova Orleans, por 4×3 sobre o forte esquadrão do Urano, a equipe de Mário Lipinski, não só venceu um grande adversário, como escapou do rebaixamento e mais que isso: atingiu o sonho de classificar-se pra 2.ª fase, entre os oito melhores do Campeonato Amador de Curitiba, tarefa pouco provável nas últimas três rodadas.

Leia a matéria completa.