A nova Varig vai receber a certificação como empresa de transporte aéreo (Cheta) no próximo dia 14, relata uma fonte do governo que pediu para não ser identificada. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) faria a divulgação oficial da data hoje, mas adiou a comunicação para sexta-feira por causa dos atrasos e cancelamentos de vôos que voltaram a ser registrados sistematicamente desde ontem.

O juiz Luiz Roberto Ayoub, responsável pela recuperação judicial da Varig, divulgou ontem que a homologação da nova Varig seria concedida até o dia 14. Após receber o Cheta, a nova Varig planeja aumentar a sua atual frota de 15 para 31 aviões, com a chegada de mais 16 aeronaves. Ao menos oito modelos Boeing 737-300 já foram adquiridos, dos quais três entrarão em operação até o fim deste ano no mercado doméstico.

Atualmente a nova Varig opera por meio do Cheta da Varig antiga, que permanece em recuperação judicial. A companhia atende 12 destinos nacionais e quatro internacionais, com 90 vôos diários. Com a chegada dos três modelos Boeing 737-300, totalizando uma frota de 18 aeronaves até o fim deste ano, a empresa contará com 1.950 funcionários.