O Mini-Fórum Nacional, que será realizado pelo Instituto Nacional de Altos Estudos no próximo dia 9, no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, no Rio de Janeiro, vai apresentar o Índice de Desenvolvimento Social (IDS), criado para avaliar as conquistas do governo e da sociedade no campo social.

Será apresentado também o Índice de Capital Humano (ICH), que permite saber se o país está usando bem o seu capital humano. O fórum homenageia os 40 anos de fundação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

A informação foi dada hoje pelo ex-ministro do Planejamento, João Paulo dos Reis Velloso, coordenador geral do evento. Segundo ele, esse IDS é mais amplo do que o Índice de Desenvolvimento Humano das Nações Unidas (IDH – ONU) porque cobre 15 indicadores sociais. O IDS será apresentado por Roberto Cavalcanti de Albuquerque, diretor técnico do Inae. Velloso salientou que será proposta no mini-fórum ?toda uma base de instrumentos para avaliação da ação social do governo e da sociedade?.

A avaliação das políticas sociais é tema do primeiro painel do mini-fórum. “É essencial que as políticas de transferência de renda que têm merecido tanta atenção do governo Lula alcancem o nível de políticas de geração de emprego e renda e não fiquem apenas na transferência de renda, que é uma forma de dar assistência social?, disse Reis Velloso.

Para ele, é fundamental ajudar o pobre a deixar de ser pobre. Reis Velloso citou o caso do programa Bolsa Escola, que ?prende? a criança na escola, mas analisou que ?é preciso ir além disso?. No primeiro painel do mini-fórum, que contará com a presença do ministro do Planejamento, Guido Mantega, será feito um balanço da questão social no Brasil de 1950 a 2000.