Nesta segunda-feira (30), pela manhã, a diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção Maringá, formalizou a criação da Comissão de Advogados Criminalistas Voluntários com o primeiro grupo que fará o plantão na 9ª Subdivisão Policial de Maringá para atender os flagrantes delitos. O grupo de voluntários irá iniciar também a verificação da situação dos presos condenados que não estão sendo atendidos pela Assistência Judiciária. A triagem inicial será feita por estagiários antes de ser encaminhada aos advogados. Esses estagiários começam a ser recrutados esta semana nas faculdades de Direito.

Esse trabalho de atendimento do flagrante delito e revisão de penas será feito também com os reclusos na Polícia Federal. A OAB Maringá, visita nesta semana, a Delegacia da Polícia Federal em Maringá. A idéia é conhecer a situação dos presos federais.

A diretoria da OAB e a Comissão de Direitos Humanos da Ordem já visitaram a Vara de Execução Penal do Fórum, o cadeião da cidade e a Penitenciária Estadual. Esse trabalho está sendo coordenado pela secretária adjunta da Ordem, Rita de Cássia Lopes.

(mais informações com o presidente da Ordem 3031-4644).