A administração da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) deu início ao processo de execução das obras e aquisição dos equipamentos previstos no convênio assinado no último sábado, com o Governo do Estado, que destina R$ 695.676,20 para o curso de Odontologia da instituição. O governador Roberto Requião, o reitor Paulo Roberto Godoy e o secretário Aldair Rizzi, da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI) assinaram o convênio durante a solenidade de encerramento do Congresso Internacional de Odontologia.

Na oportunidade, as três autoridades lembraram a trajetória do curso de Odontologia da UEPG que comemora 50 anos de atividades. Os recursos destinados pelo Governo serão aplicados na reforma de duas clínicas odontológicas e na compra de 28 equipamentos para as clínicas de Odontologia, nove aparelhos para o Centro de Radiologia e Imagem Digitalizadas e cinco aparelhos para o Laboratório de Pesquisa, além de microcomputadores para o sistema informatizado e integrado nas Clínicas Odontológicas.

De acordo com o professor João Carlos Gomes, coordenador do Curso de Mestrado em Odontologia da UEPG, a previsão é de que tanto as obras como a aquisição dos equipamentos sejam feitas até fevereiro de 2005, de forma a estar tudo pronto para receber os alunos já no início do ano letivo. O investimento do Governo do Estado vai possibilitar uma infra-estrutura mais moderna para os cursos de graduação e de mestrado em Odontologia da instituição. Os 50 anos de atividades do curso foram consolidados através de atividades de êxito no ensino, pesquisa e extensão, que culminaram com a oferta do curso de Mestrado em Odontologia – área de concentração Clínica Integrada, reconhecido pelo MEC desde a entrada da primeira turma, em 2002.

Para o reitor Paulo Roberto Godoy, o investimento do Governo do Estado, através da Secretaria/Fundo Paraná, é um reconhecimento ao trabalho sério e de qualidade que vem sendo prestado pelo curso de Odontologia da UEPG nesses 50 anos. Ele enfatizou que esse recurso irá possibilitar atividades de ensino, pesquisa e extensão de maior fôlego e, também, melhorias no atendimento à comunidade. João Carlos Gomes enfatiza que com esse investimento será possível modernizar o curso e dar maior suporte de atendimento à população. “É um presente para nós, quando estamos comemorando os 50 anos do curso da UEPG”, disse João Carlos.