Uma excelente proposta financeira do Santos, em torno de R$ 500 mil mensais, segundo informações das rádios Jovem Pan e Bandeirantes, está impedindo o acerto do São Paulo com o meia Zé Roberto, um dos poucos jogadores que se salvaram do fiasco da seleção brasileira na Copa de 2002.

O jogador estava próximo do acordo para jogar até o fim do ano no clube do Morumbi, que admite ter feito uma "boa" proposta para o jogador. A estrutura do São Paulo seduziu Zé Roberto, que se recuperou ali de uma artroscopia no joelho direito a que se submeteu logo depois da Copa.

Além disso, Zé Roberto se fia na situação da tabela do Brasileirão: o São Paulo lidera, enquanto o Santos está na vice-liderança, mas tem patinado – na noite desta quarta-feira, caiu por 2 a 1 diante do Atlético Paranaense em Curitiba.

A questão financeira, porém, mexe com a cabeça do jogador, que promete anunciar no início da tarde desta quinta-feira (31) onde vai jogar. Zé Roberto, de 32 anos, foi revelado pela Portuguesa e jogou também por Flamengo, Real Madrid, Bayer Leverkusen e Bayern de Munique, clube que deixou antes da Copa do Mundo.