A Organização Mundial de Comércio deu razão ao Brasil, União Européia e outros seis países que impetraram uma medida contra os Estados Unidos a respeito da taxa do aço. Os EUA estabeleceram taxas sobre as importações do produto. A reclamação sobre a cobrança foi feita pelo grupo de países em março de 2002.

Além do Brasil e da União Européia, também reclamaram da taxa sobre as importações os seguintes países: China, Japão, Nova Zelândia, Noruega, Coréia do Sul e Suíça. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)