Mais de 60 pessoas morreram em conseqüência de uma onda de calor que castiga desde a semana passada a cidade de Maiduguri, no nordeste da Nigéria, informou hoje a rádio estatal. Segundo o diretor da clínica universitária da cidade, Ibrahim Kaida, o número de mortos pode ser ainda maior, já que é comum no país o sepultamento de cadáveres sem que as autoridades sanitárias sejam avisadas.

De acordo com o médico, as temperaturas atingiram um recorde de 60ºC. No norte do país não chove há mais de dois meses e alguns Estados, entre eles o de Borno, na fronteira com Ciad, do qual Maiduguri é a capital, estão sofrendo com a fome e a seca. (Fonte:Ansa)