Querendo renovar seus "diplomatas", a ONU nomeou nesta sexta-feira (11) Ronaldinho Gaúcho como embaixador para a paz. A Organização das Nações Unidas indicou o brasileiro como porta-voz para os programas da entidade no setor da educação e saúde, e para mobilizar o mundo do futebol para promover o desenvolvimento econômico e social.

Segundo revelaram funcionários das Nações Unidas, a entidade tem tentado atualizar seus embaixadores, já que a imagem de astros como Ronaldo Fenômeno e Zidane já não vêm tento tanto apelo como antes para suas campanhas contra a pobreza. Os dois eram considerados como os principais astros da ONU no mundo dos esportes até pouco tempo e eram as peças centrais de toda a promoção da organização. Além de Ronaldinho, a ONU já havia pedido a jogadores como Zé Roberto, Lúcio e Kaká que se juntassem a seus "garotos-propaganda".

A direção do Barcelona não perdeu tempo com a nomeação de Ronaldinho pela ONU e, em seu site, declarou que "o reconhecimento das Nações Unidas em relação ao brasileiro reforça ainda mais a imagem do jogador como o número 1 do futebol mundial".

Com sua imagem institucional reforçada, Ronaldinho também atua para garantir lucros com sua imagem comercial. Em 2005, o jogador teria usado sua imagem para lucrar de US$ 18 milhões, mais que o dobro de seus salários em seu clube. Não por acaso, o Barcelona quer parte desses lucros, o que está sendo alvo de intensas negociações entre os cartolas e os representantes do jogador.

Mesmo diante de seu desempenho decepcionante na Copa do Mundo da Alemanha, o astro continua obtendo ótimos resultados financeiros. O Barcelona conseguiu US$ 1 milhão por cada amistoso que disputou nos Estados Unidos e México nos últimos dias. A exigência, por parte dos patrocinadores, era que Ronaldinho estivesse em campo. Durante sua turnê pelos Estados Unidos, realizou visitas à Nasa, foi a principal atração de festas em Manhattan e participou de eventos de patrocinadores com jogadores de basquete, como Kobe Bryant.

Nesta semana, o astro ainda se tornou o principal anunciante da Electronic Arts para o videogame Fifa 2007, que será lançado em setembro e promete ser um dos produtos mais vendidos do segmento. Kaká, do Milan, estará ao lado de Ronaldinho para a promoção do game na Itália. Na França, será acompanhado por Juninho Pernambucano.