Mais de cinqüenta policiais civis e militares trabalharam na segunda “Operação Integrada Metropolitana”, que aconteceu em São José dos Pinhais, na manhã desta quarta-feira. Em pouco mais de duas horas, dois desmanches foram fechados e no local foram encontrados e apreendidos doze caminhões e cinco veículos de passeio. Ainda durante a operação, um carro que havia sido roubado foi recuperado e três mandados de prisão foram cumpridos.

“Assim como ocorreu em Colombo há 15 dias, o resultado foi ótimo”, avaliou o delegado-chefe da Divisão Metropolitana, Agenor Salgado, que supervisionou a operação pela Polícia Civil. Para o comandante do Policiamento da Capital, coronel Nemésio Xavier, que coordenou a operação pela PM, o mais importante nesse tipo de operação é a integração das polícias. “O resultado é satisfatório, pois as informações que temos pelo policiamento ostensivo são valiosas para chegar aos criminosos”, afirmou.

Para tornar a operação mais eficiente os policiais foram divididos em quatro equipes diferentes: Desmanche, Bloqueio, Mandados de Prisão Cumpridos e Operação Arrastão. A equipe de Bloqueio montou uma grande blitz e fechou a Avenida Comendador Franco (Avenida das Torres), principal via de acesso para São José dos Pinhais. Mais de quarenta veículos foram vistoriados. Uma carga de fogos de artifício sem nota fiscal e sem autorização da Delegacia de Explosivos, Armas e Munições foi apreendida.

A equipe responsável pelos Mandados de Prisão encontrou três assaltantes de postos de combustíveis que estavam foragidos. No Arrastão, mais de 40 pessoas foram abordadas e dezenas de alvarás de estabelecimentos comerciais foram verificados. Dois veículos, um com sinais de adulteração e outro furtado, foram apreendidos pela equipe.

De acordo com o secretário da Segurança Pública do Paraná, Luiz Fernando Delazari, outras operações policiais similares a essa serão realizadas nas cidades da região metropolitana de Curitiba.