Cerca seis mil pessoas ? 3,5 mil militares e 2,5 mil civis ? devem participar do desfile cívico militar em comemoração ao dia 7 de setembro, na Esplanada dos Ministérios. Segundo a organizadora da Semana da Pátria, Carla Russo, da subsecretaria de Comunicação Institucional da Secretaria-Geral da Presidência da República, a previsão é de que 50 mil pessoas assistam ao desfile, marcado para as 9 horas.

Segundo ela, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assistirá às comemorações ao lado de um convidado especial, o presidente da Nigéria, Olosegum Obasanjo. Vestidos com roupas típicas daquele país, cerca de 30 estudantes nigerianos que vivem no Brasil também vão desfilar para homenagear Obasanjo.

Antes do início do desfile, haverá apresentação de pára-quedistas, às 8 horas. Em seguida, o presidente Lula passará as tropas militares em revista e será homenageado com salva de 21 tiros. Depois, a banda das Forças Armadas tocará o Hino Nacional, acompanhada por crianças com deficiência auditiva, que farão a apresentação do hino em linguagem de sinais.

Assim como no ano passado, este ano também vão se apresentar civis, como capoeiristas, ex-combatentes, atletas e alunos do programa Segundo Tempo e jovens da Olimpíada da Matemática. Em seguida, terá início o desfile militar. O desfile será encerrado com a apresentação da Esquadrilha da Fumaça.

A organizadora das atividades relacionadas à Semana da Pátria disse que foi montada na Esplanada dos Ministérios uma estrutura adequada para receber o público. Segundo Carla Russo, nas arquibancadas haverá 20 mil lugares, cinco mil a mais que no ano passado, quando entre 50 mil e 60 mil pessoas acompanharam o desfile. As apresentações serão transmitidas em cinco telões de alta definição, espalhados pela Esplanada dos Ministérios.