Se os ingleses estão felizes com a contratação de Tevez pelo West Ham, alguns integrantes da torcida Gaviões da Fiel prometem molestar, domingo, durante o jogo amistoso entre Brasil e Argentina, o atacante argentino por ter abandonado o time do Corinthians. A notícia surgiu nos corredores do Hilton Hotel, onde está hospedado o presidente do clube paulista, Alberto Dualib, e também local da concentração da seleção brasileira a partir de amanhã

O protesto seria "pacífico", mas não deixaria dúvida a Tevez de que sua atitude foi amplamente reprovada pela maior torcida organizada do País. Como exemplo, no fim do ano passado, durante a final do Mundial de Clubes, no Japão, um torcedor corintiano invadiu o gramado para dar ao goleiro Rogério Ceni, do São Paulo um bonequinho do Bambi, durante a decisão com o Liverpool

"Nós temos um grupo de amigos que mora em Londres. Não sei se eles vão tomar essa atitude. Seria irreal podermos organizar alguma coisa daqui", disse Wildner Rocha, o Pulguinha, vice-presidente da Gaviões da Fiel. O representante da torcida já se mostra mais preocupado em elogiar as novas contratações – como Amoroso e Magrão – ao invés de comentar sobre os ex-ídolos argentinos. "Tevez e Mascherano fazem parte do passado.

Pulguinha preferiu mostrar otimismo em relação ao futuro do time. "Temos uma nova perspectiva com a qualidade do Amoroso e do Magrão", disse. "Acho que até o Magrão vai se identificar mais aqui do que nos porcos", afirmou.

aproveitando para cutucar o rival Palmeiras, ex-clube do volante que estava no futebol japonês.