O ano de 2006 começou com recordes de atendimentos na Ouvidoria, da Secretaria Especial de Corregedoria e Ouvidoria Geral (Seoge). O mês de janeiro apresentou a maior quantidade de procedimentos instaurados desde o início do governo Roberto Requião, se comparado com os mesmos períodos dos anos anteriores.

Ao todo, foram 536 casos encaminhados para outros órgãos para análise. Após o processo de averiguação ser concluído é dada uma resposta para cada cidadão. As outras situações são resolvidas no momento do atendimento. No primeiro ano da atual gestão foram registrados apenas nove casos em janeiro. No ano seguinte, foram instaurados 216 procedimentos no mesmo período. Já em 2005, esse número chegou a 387.

Dos 536 registros feitos em janeiro de 2006, a maior parte era de cidadãos que solicitaram informações (229). Também foram feitas reclamações (174) e denúncias (92). Sugestões e elogios sobre a atuação da administração estadual somaram 41 casos.

No primeiro mês do ano, a Ouvidoria também verificou um número recorde de atendimentos gerais, entre os procedimentos instaurados e os pronto-atendimentos. Foi contabilizado um total de 1.288 casos; contra 733 do ano passado. O telefone foi o meio de contato mais utilizado pelos cidadãos, com 859 registros. As pessoas também procuraram a instituição por meio da internet, carta ou fax e pessoalmente (429).

Para o secretário Luiz Carlos Delazari, o aumento no número de atendimentos é resultado da compreensão do papel e da importância da Seoge pelos cidadãos parananeses. ?A Ouvidoria é o canal certo para que a população do Paraná faça as suas reclamações, sugestões e denúncias sobre assuntos relacionados ao Poder Executivo estadual?, conclui.

Serviço: Secretaria Especial de Corregedoria e Ouvidoria Geral. Telefone: 0800-411113. Rua Comendador Araújo, 711, no bairro Batel, Curitiba, Paraná. CEP 80.420-000. Atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 19 horas. Na internet: www.pr.gov.br/ouvidoria.