O ministro interino de Minas e Energia, Nelson Hübner, disse hoje que não faltam investimentos no setor energético brasileiro e há energia suficiente para atender a demanda até 2007, 2008, mesmo que o país cresça a taxas superiores a 4%, conforme analises do próprio ministério. Segundo Hübner, estão previstos para os próximos cinco anos mais de US$ 8 bilhões somente para concluir as obras das 43 usinas hidrelétricas licitadas no governo anterior.

?A situação do sistema elétrico hoje é bastante confortável do ponto de vista da garantia no fornecimento de energia elétrica. A situação já era confortável no ano passado, do ponto de vista da capacidade instalada ? apesar da situação critica do Nordeste no final do ano passado. Hoje nós estamos com uma média nos nossos reservatórios da ordem de 70%, inclusive na região Nordeste, onde choveu muito na área do Rio São Francisco. E o período chuvoso sequer começou?, afirmou o ministro.

Hübner alertou, porém, para a necessidade de que o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) intensifique o processo de liberação das licenças ambientais para 23 das 43 usinas hidrelétricas já licitadas, cujos projetos, em conseqüência, estão em compasso de espera. ?O governo está desenvolvendo um esforço muito grande (via Casa Civil, Ministério de Minas e Energia e o próprio Ministério do Meio Ambiente) na tentativa de equacionar este problema?, informou.

O ministro interino de Minas e Energia participou hoje, na sede de Furnas Centrais Elétricas, do I Seminário Energia Gerando Cidadania, que reúne cerca de 80 empresas dos setores público e privado do país.