O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a assegurar que o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, permanecerá no cargo. Em entrevista coletiva de rádio, Lula elogiou o desempenho do ministro. "O Palocci é uma figura extremamente importante nesse momento político e econômico do Brasil. O Palocci foi convidado por mim, continuará e será o meu ministro da Fazenda. Isso não tem discussão, especulação", afirmou. "Quem quiser especular que vá para a Bolsa de Valores, não faça isso com o nome de ministros".

Segundo o presidente, Palocci é um homem "calculista" que transmite para os investidores tranqüilidade em relação à condução econômica. "O Palocci é um homem de uma competência acima da média das pessoas que já passaram pela Fazenda no Brasil", disse.

Sobre as recentes críticas da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, à política de ajuste fiscal, Lula afirmou que as divergências são saudáveis, mas que deveriam ocorrer internamente. "Gostaria que eles (ministros) debatessem entre eles e que só fosse para a imprensa o resultado final que é isso que interessa o povo brasileiro", explicou.