O senador Delcídio Amaral (PT-MS), presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que investiga denúncias de corrupção nos Correios (CPI dos Correios), disse que o pronunciamento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na manhã desta sexta-feira, na abertura da reunião ministerial, mostrou a sua indignação com as denúncias de corrupção e reforçou o compromisso do presidente com o país.

"(O discurso) busca responsabilizar as pessoas que nos levaram a uma situação difícil, não só no Congresso, mas também admitindo os erros do próprio governo", disse Delcídio.

De acordo com Delcício, a determinação do presidente é muito clara. "Primeiro de indignação com o que aconteceu, mas esperando que investigações sejam feitas para eliminar esse mal, que infelizmente tem prejudicado a imagem de todos nós junto a opinião pública brasileira".

O senador lembrou que Lula sempre pautou sua vida pública e seu trabalho no povo brasileiro, buscando crescimento com desenvolvimento e combate à desigualdade social. "Evidentemente, como um homem de bem que é, que tem uma história, uma biografia, associada à ética, mostrou a revolta dele", avaliou Delcídio.

"No meu ponto de vista, ele disse claramente que nós não podemos admitir comportamentos como que estamos verificando e, portanto essas pessoas que são responsáveis por esses fatos lamentáveis que estamos vivenciando tem que ser efetivamente punidas".