O deputado federal Eduardo Campos (PSB-PE), ex-ministro de Ciência e Tecnologia, disse hoje que "é precipitado falar em impeachment antes da conclusão das investigações que estão em curso".

Na opinião dele, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi "sincero e humilde ao reconhecer os erros cometidos por líderes da legenda que ele ajudou a construir". Campos disse que ainda que, "como todo brasileiro", aguardava com ansiedade o pronunciamento do presidente da República. E que se sentiu aliviado ao constatar que Lula reafirmou o compromisso de promover a apuração rigorosa dos fatos, para punir os culpados.