O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, disse há pouco que os índices de inflação divulgados nos últimos dias poderão "dar conforto" aos membros do Comitê de Política Monetária (Copom) para iniciar, efetivamente, uma "escalada descendente dos juros". De acordo com o ministro, tudo indica que os objetivos estabelecidos pela política monetária foram atingidos com folga.

"Todos os dados mostram concretamente queda nos índices de inflação", destacou Furlan, na abertura da 15ª edição da Cosmoprof, feira do segmento de cosméticos, na capital paulista. Na avaliação de Furlan, os índices abrem, inclusive, a perspectiva futura de que os reajustes das tarifas possam continuar em queda. Ele ressaltou, no entanto, que a decisão sobre os juros não depende de sua área. "Nessa decisão, eu não estou incluído", destacou.