O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, atribuiu à campanha de desarmamento do governo federal a queda do número de mortes por armas de fogo no país. Pesquisa divulgada na última semana mostrou que esse número teve redução de 8,2% em 2004.

Barbosa destacou o fato de o número de mortes anuais por armas de fogo ter caído de 40 mil para 36 mil. "Na pesquisa que fizemos, de 1990 a 2003 o número de mortes por armas era crescente, e teve redução em 2004", disse Barbosa, em houve uma redução", em entrevista à Rádio Nacional de Brasília. O secretário disse que sua expectativa é de a redução continue paulatinamente a cada ano.