Serviços gratuitos que promovem a cidadania e a inclusão social da população de baixa renda. Este é o lema do ?Paraná em Ação?, programa do Governo do Estado, coordenado pela Secretaria Especial de Relações com a Comunidade. A sua 10ª edição será em Ibaiti, a qual atenderá toda a população da Amunorpi ? Associação dos municípios do Norte Pioneiro, que representa um número de 360 habitantes, com IDH – Índice de Desenvolvimento é 0,688.

A feira de serviços gratuitos será realizada durante a 21ª Ficai ? Feira Industrial Artesanal e Agropecuária, no parque de exposições da cidade. O atendimento começa na quinta-feira (10) e vai até o dia 13 de novembro, sempre das 9h às 17 horas.

Em um ano o Paraná em Ação já prestou mais de 1 milhão de atendimentos durante as nove edições anteriores. Dentre os órgãos públicos a serviço da comunidade está o Poder Judiciário, que pretende realizar um casamento coletivo, o INSS – Paraná Previdência, Instituto de Identificação, Ministério do Trabalho; Teatro Guaira, várias secretarias estaduais, Federação do Comércio, Sesi, Copel, IAP (Instituto Ambiental do Paraná), Policia Militar (rodoviária, bombeiros e florestal), Copel, Sanepar.

A Secretaria do Trabalho acompanha o Paraná em Ação desde suas primeiras edições, levando serviços como Seguro Desemprego. Segundo o secretário de Estado do Trabalho e Promoção Social, Padre Roque Zimermann, com pouco investimento e uma boa idéia na cabeça mais uma vez o governador Roberto Requião acertou em lançar um programa como o Paraná em Ação.

?Serviços simples, mas de grande utilidade para a população de baixa renda?, afirma Padre Roque, para quem participar desta ação de governo é uma maneira de praticar a solidariedade, ?não só com a Secretaria de Relações com a Comunidade, que coordena o programa, mas também com toda a população paranaense de baixa renda que necessita e merece cada vez mais o melhor do governo com desses serviços?.

Para o secretário Especial de Relações com a Comunidade, Milton Buabssi, as parcerias representam a maior parte do programa, pois o Paraná em Ação é feito da boa vontade dos nossos colaboradores, sem eles dificilmente o programa teria sobrevivido até agora. ?É muito bom poder contar com tanta solidariedade. Nesta ação cada um dá um pouco de si, e quem sai ganhando é a população carente do nosso Paraná?, finaliza.