A Fundação Nacional de Saúde  FNS  classificou o Paraná em primeiro lugar na fluoretação da água tratada. A revelação foi feita nesta quarta-feira (23), em Londrina, pelo professor Christian Mendez Alcântara, durante o III Congresso Mundial de Odontologia.

Para garantir a saúde bucal dos paranaenses, a empresa investe R$ 670 mil por mês e aplica 70 toneladas de flúor na água tratada. São realizadas 61.500 análises mensais para controlar o teor de flúor. Para fazer a aplicação de flúor na água, a Sanepar obedece a todos os critérios estabelecidos pelas Portarias do Ministério da Saúde. A Sanepar é responsável pelo abastecimento de 342 dos 399 dos municípios do Estado. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)