O secretário especial de Relações com a Comunidade, Milton Buabssi, representou o governador Roberto Requião neste sábado na abertura do Ação Global, no Sesi Boqueirão, em Curitiba. O projeto, uma parceria do Sesi e da Rede Globo, ocorrer simultaneamente em 33 cidades do país e tem como meta a inclusão social e ações de cidadania a cidadãos carentes. São mais de 70 serviços prestados à população de forma gratuita.

O Paraná é o único Estado onde o evento é realizado em mais de um município (Curitiba, Londrina, Cianorte, Dois Vizinhos e Reserva). No resto do Brasil ocorre apenas nas capitais. O chefe da Casa Civil, Caíto Quintana, coordenador estadual da Comissão Estadual de Mobilização para a Ação Global, participou do evento em Dois Vizinhos. O Sesi levou em conta o número de pessoas carentes para a escolha dos municípios paranaenses. Reserva, por exemplo, apresenta alto grau de pobreza entre a população e tem um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 0,646. Na cidade, serão atendidas cerca de quatro mil pessoas.

Paraná em Ação

A expectativa dos organizadores, no início do evento, era de que 110 mil atendimentos fossem realizados somente em Curitiba durante todo o dia. “Esse movimento é bom para a cidadania. É um despertar para os direitos e deveres do cidadão”, afirmou o chefe da Casa Civil. Segundo o secretário especial de Relações com a Comunidade, as ações que visam a inclusão social são de fundamental importância para o Paraná e o Brasil.

“O Governo do Estado incentiva e apóia muito este tipo de evento. A inclusão social, fazendo com que os mais carentes tenham acesso à cidadania é um princípio desta administração Roberto Requião”, disse Buabssi, lembrando que, no Estado, o Governo faz trabalho semelhante, chamado “Paraná em Ação”.

“O Ação Global faz seus eventos em um só dia. Nós fazemos em quatro ou cinco dias, prestando inúmeros serviços à população das microrregiões”, relatou Buabssi. Ele contou que o primeiro “Paraná em Ação” foi realizado na microrregião de Ponta Grossa. “Estamos elaborando um calendário para que levar o evento em todo o Estado. Pretendemos aproveitar as feiras agropecuárias e tornar disponíveis esses serviçoes durante as festas”, explicou.

Oportunidades

Emissão gratuita de documentos como carteira de trabalho, identidade e CPF, realização de casamentos civis, feira de profissões, lançamento de campanha antidrogas, cadastro para emprego, disque idoso, palestras sobre violência doméstica e empreendedorismo feminino, orientações jurídicas e terapia comunitária são alguns dos serviços que a população pode ter acesso durante o Ação global. Os cidadãos puderam ter ainda, de forma gratuita, corte de cabelo, manicure, pedicure, exames de glicemia, dengue e HIV, teste de visão e audição, orientações nutricionais, de fisioterapia e avaliação física.

Em 2002, segundo o IBGE, mais de 800 mil crianças deixaram de ser registradas no país, com maior ênfase nas regiões Norte e Nordeste. A idéia da Ação Global é erradicar a falta de registros. A Casa Civil trabalhou em parceria para a coordenação dos trabalhos e mapeamento dos cidadãos mais necessitados no Estado. Só de casamentos coletivos, foram feitos mais de 500 em todo o Paraná, sendo 200 em Curitiba. O Estado possui mais de 600 cartórios e todos fazem o registro civil de nascimento gratuitamente.

Exemplos

Elias da Cruz Pereira, de 32 anos, e Elenir Alves, 33, moram juntos há 15 anos, mas nunca oficializaram a união civil, mesmo tendo um casal de filhos. Neste sábado eles aproveitaram a oportunidade e se casaram, juntamente a outro quase 200 casais. “Nos faltava oportunidade e dinheiro para oficializarmos nossa união. E havia uma burocracia enorme. Com este evento, tudo foi facilitado. Estamos emocionados e felizes”, afirmou o noivo Elias.

A mesma oportunidade foi comemorada por Cléber Martinho Ramos e Alessandra Alves Pereira, os dois com 27 anos e há três morando na mesma casa. “Mas agora tivemos a possibilidade de pôr tudo no papel. Agora é mais oficial do que nunca”, disse Alessandra. Já Marcos dos Santos, de 30 anos, morador de Pinhais, conseguiu tirar, no mesmo dia, os documentos de RG, CPF e Carteira de Trabalho. “Está tudo muito fácil. Com estes documentos em mãos, até conseguir um emprego será mais fácil, espero. O primeiro passo foi dado”, comentou.