Mais de 3 milhões de toneladas de
milho saíram pelo Porto de Paranaguá.

O Porto de Paranaguá foi o responsável por cerca de 70% das exportações brasileiras de milho ocorridas de janeiro a agosto deste ano. Dados fornecidos pelo Ministério da Agricultura apontam que o país exportou neste período 4,1 milhões de toneladas do produto. Deste total, mais de 3 milhões de toneladas saíram pelo Porto de Paranaguá.

Só em agosto, o Porto de Paranaguá exportou mais de 450 mil toneladas de milho. No mesmo mês do ano passado, o resultado foi de 370 mil toneladas. As estatísticas revelam que as exportações de milho também alcançaram altas de janeiro a abril. Em seguida, passaram por um recuo em função do escoamento da soja e voltaram a se recuperar na segunda quinzena de junho.

Nesta quarta-feira, um navio estava atracado no Porto de Paranaguá carregando 57,2 mil toneladas de milho com destino a Coréia. Ao largo, outra embarcação aguardava para atracar e carregar 57,7 mil toneladas do produto. Nas próximas 48 horas, chega ao porto mais um navio que levará 57,7 mil toneladas para o Porto de Inchon, na Coréia do Sul.

O superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Eduardo Requião, diz que a participação paranaense nas exportações de milho mostra a eficiência dos terminais do Estado no escoamento de grãos. “Continuamos sendo líderes e deveremos manter a posição porque estamos investindo em infra-estrutura e defendemos um porto público de qualidade, com serviços e logística de ponta”, destaca.