O secretário de Transportes, Waldyr Pugliesi, apoiou nesta quarta-feira (04) a sugestão do ministro do Transportes, Alfredo Nascimento, que pretende investigar a aplicação dos recursos repassados pela União através da MP 82. A medida provisória foi editada ao final de 2002 e através dela, o governo federal repassou R$ 1,9 bilhão a 15 estados que, em contrapartida, ficaram responsáveis pela manutenção de 5,7 mil quilômetros de estradas federais. Contudo o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vetou em 2003 a MP deixando-a sem efeito.

Ao Paraná, para cuidar de 945 quilômetros de estradas, foram destinados R$ 87 milhões ao final de 2002 e mais R$ 35 milhões no primeiro trimestre de 2003. ?É uma investigação necessária. Posso garantir que o Governo Requião não desviou um centavo sequer dos recursos repassados ao Paraná. No início de 2003, foram destinados ao Estado cerca de R$ 35 milhões, esses valores foram destinados à duplicação da BR-467, entre Cascavel e Toledo, uma das mais antigas reivindicações do Oeste do Paraná e que deve consumir até o final de sua execução cerca de R$ 68 milhões?, disse.

Com relação aos R$ 87 milhões repassados durante a gestão anterior, o secretário afirma não poder dar a mesma garantia. ?Ao contrário, sabe-se que as verbas foram destinadas para outros fins, como o pagamento dívidas e com a folha de pessoal?.