Dos 2.987.986 veículos que circulam pelo Paraná, 20% não são licenciados. O mesmo acontece em Curitiba, que tem uma frota de 798.885 veículos. A cidade é a quarta capital em carros não licenciados do País.

A maioria das pessoas que deixam de fazer o licenciamento de seus veículos o fazem devido a problemas com multas.

A inadimplência pode gerar uma série de transtornos. O principal deles é que, sem licenciamento, o proprietário do automóvel fica impedido de realizar transferência, não podendo vender o veículo.

Para combater a inadimplência, o Detran costuma realizar blitz freqüentes em diversas regiões da cidade. Nelas, os agentes de trânsito conseguem identificar parte dos proprietários de veículos em situação irregular.

A falta de licenciamento é considerada infração gravíssima. Leva à multa de R$ 191,54, sete pontos na carteira de motorista, além de apreensão do veículo. Caso o proprietário não regularize a situação dentro de um período de noventa dias, ele recebe uma notificação e seu bem pode ir a leilão. (Leia mais na edição de amanhã de O Estado do Paraná)