O Paraná Clube venceu o Botafogo, por 2 a 0, nesta quinta-feira à noite, no Estádio Pinheirão, em Curitiba, e complicou ainda mais a situação do time carioca, que continua na última colocação do Campeonato Brasileiro, com apenas 22 pontos. A vitória deu mais tranqüilidade ao Tricolor, que passou a somar 26 pontos. Com melhor saldo de gols que o Vasco, o time paranaense passa para a 18.ª colocação. No fim de semana, o Botafogo tem o Corinthians pela frente, enquanto o Paraná enfrenta o Coritiba.

Precisando vencer, os dois times entraram com muita vontade em campo, mas os jogadores ficavam devendo em técnica. Com isso, o jogo ficou totalmente preso no meio-de-campo. E nesse setor o Botafogo levava vantagem, com mais toque de bola e mais precisão na forma de marcar o adversário, uma característica do técnico Ivo Wortmann.

Sem conseguir tocar a bola, o Paraná procurava chegar ao gol dando chutões, que permitiam contra-ataques botafoguenses, mas sem qualquer eficiência. Como a técnica não era apurada, o primeiro gol do Tricolor acabou saindo após a cobrança de um escanteio. A bola chegou a Fábio Luiz, que cabeceou com precisão aos 33 minutos. Depois disso, apenas uma jogada chamou a atenção no primeiro tempo, quando Bruno chutou forte aos 42 minutos e Marcos não permitiu o gol de empate.

Os jogadores dos dois times voltaram com orientação mais ofensiva para o segundo tempo. Logo a 2 minutos, o atacante Márcio recebeu a bola cara a cara com o goleiro Carlos Germano, mas chutou para fora. Dois minutos depois foi a vez de um ataque perigoso do Botafogo, que parou no goleiro. O jogo ficou aberto, com lances de área sendo criados para ambos os lados. Mas o Paraná teve mais sorte e, aos 27 minutos, Márcio recebeu um passe de Valdir e não teve dificuldades para ampliar.

Ficha Técnica

Paraná Clube – Marcos; Cristiano, Roberto e Fábio Luiz; Cris, Émerson, Goiano, Alexandre (Valdir) e Fabinho; Márcio e Maurílio. Técnico – Caio Júnior.

Botafogo – Carlos Germano; Gilmar, Cléberson e Allan; Bruno, Galeano, Carlos Alberto (Reinaldo), Márcio Gomes (Esquerdinha) e Léo Inácio; Ademílson e Rodrigão (Rogério). Técnico – Ivo Wortmann.

Gols – Fábio Luiz aos 33 minutos do primeiro tempo; Márcio aos 27 do segundo.

Juiz – Antônio Pereira da Silva (GO).

Cartão amarelo – Allan, Cléberson, Ademílson e Roberto.

Local – Estádio Pinheirão, em Curitiba.