Para incentivar a leitura nas penitenciárias, o que reduz a pena dos detentos no Paraná, o Serviço Social do Comércio (Sesc) doou 2,5 mil livros ao Departamento Penitenciário (Depen). Entre as obras há clássicos da literatura brasileira. Também foram doados livros infantis para a Creche Cantinho Feliz, da Penitenciária Feminina do Paraná, em Piraquara – região metropolitana de Curitiba.

LEIA+ Cadê meu Sedex? Polícia Federal mira assaltantes de carteiros em Curitiba

A doação dos livros do Sesc vai reforçar o Programa de Leitura do Depen. Desde 2012, detentos do estado podem diminuir suas penas apresentando redações sobre os livros que lêem. A lei estadual 17.329/12 permite a remição de quatro dias para os presos que tirarem nota acima de 6 pontos nas redações sobre obras literárias. O preso tem de 21 a 30 dias para ler o livro emprestado em uma das bibliotecas carcerárias e produzir a redaçãos.

Os livros doados pelo Sesc aos presídios são usados, mas estão em bom estado. Além de clássicos e infantis, há títulos de autoajuda, biografias e obras de autores brasileiros contemporâneos. Os livros são provenientes de retiradas de inventários feitos nas unidades do Sesc.

Como doar

Os interessados em doar livros ao Departamento Penitenciário devem entrar em contato com o Setor de Educação e Capacitação pelos telefones: (41) 3589-6591 ou 3589-3910 ou pelo e-mail: dieproeducacao@depen.pr.gov.br. São aceitas obras de literatura clássica universal, sociologia, biografias e autoajuda.