Um acordo entre a Urbanização de Curitiba S.A. (Urbs) e o Ministério Público do Paraná (MP-PR) determinou a criação da opção “guia de recolhimento” para que o usuário da Rede Integrada de Transporte (RIT) não pague mais a taxa de R$1,50 para comprar créditos do cartão-transporte através de boleto bancário impresso na internet. Quem escolher esta opção só poderá efetuar o pagamento do boleto em agências do Banco do Brasil. A medida deve entrar em vigor em até 60 dias, prorrogáveis por mais 30.