Que tal começar 2021 conquistando um novo emprego ou até mesmo uma recolocação no mercado de trabalho? Para dar uma forcinha nessa empreitada, a dica é dar uma conferida nas 2.053 vagas de emprego das agências do trabalhador de todo o estado.

Por causa da pandemia, o atendimento tem sido feito com horário marcado, até para garantir a segurança de quem vai buscar por uma oportunidade. As vagas, que vão de operador de telemarketing a motorista de caminhão, têm remunerações a partir de um salário mínimo.

LEIA TAMBÉMAgência da Caixa em Curitiba tem problema técnico justamente no dia do auxílio emergencial

Em Curitiba, por exemplo, as 129 vagas disponíveis são para operador de telemarketing ativo e receptivo, porteiro e servente de limpeza. Na região metropolitana são 377 oportunidades, de operador de telemarketing receptivo a garçom e motorista de caminhão. O maior número de vagas são para o interior do Paraná, totalizando 1.577 oportunidades.

vaga-emprego-parana
Foto: Átila Alberti.

Como agendar o atendimento?

Para consultar as vagas, a pessoa precisa ir até a uma agência do trabalhador mais próxima. A pandemia do novo coronavírus modificou a forma com que os atendimentos são feitos, por isso é preciso agendar antes. Para isso, o candidato precisa:

  • Acessar o site do sistema de agendamento da Secretaria da Justiça (clicando aqui)
  • Escolher a cidade onde quer ser atendido, a data e o horário
  • Ir até a agência na data e horários escolhidos

Para o atendimento, é importante que o candidato leve consigo a carteira de trabalho e a carteira de identidade. Por conta da pandemia, é obrigatório o uso de máscara.

Como montar um bom currículo?

O primeiro passo para quem busca pela primeira ou por uma nova oportunidade de trabalho é pensar em como montar o currículo. Há quem oriente a pensar numa forma resumida, mas que traga o máximo de informações possível.

Tais Targa, psicóloga e especialista carreira e em recolocação no mercado de trabalho, orienta que as pessoas não precisam ter medo do número de páginas. “Não dá para exagerar, mas o tamanho de um currículo não é um diferencial. Um profissional que já tem dez anos de experiência, por exemplo, pode ter um currículo maior, mas um profissional mais jovem tem que reduzir”.

Tais alerta também para a importância de se atentar para três cuidados muito simples, mas que acontecem em vários casos: erros de português, de digitação e até de formação de texto. “Cuide bastante com estes erros, que às vezes acontecem sem que a gente perceba. Busque também usar o mesmo tempo verbal, na hora de redigir as experiências deixe tudo em harmonia”, sugere.

A ideia é que esteja bem claro quais são os objetivos profissionais de quem está procurando por um emprego. “Mostre quais são suas experiências, aproveite alguns pontos em que seja possível detalhar as funções que desempenhava, pois algum elemento ali pode ser primordial na hora da contratação”.

LEIA TAMBÉM Por que é difícil arrumar emprego depois dos 50 anos?

linkedin-vaga-emprego
Foto: Pixabay.

Abuse das redes sociais, principalmente o LinkedIn

Além das vagas divulgadas pelo governo estadual, há também muitas outras novas oportunidades surgindo, de empresas de seleção de RH, até mesmo para estágio. Em todos os casos, as redes sociais podem ser importantes nessa busca pelo novo emprego.

Segundo Tais Targa, manter um perfil nas redes sociais, principalmente no LinkedIn, pode ajudar e muito. “Hoje em dia, por exemplo, não há mais a necessidade de se colocar foto no currículo impresso. É muito mais aconselhável manter um perfil bem atualizado no LinkedIn, pois é lá que você vai poder mostrar muita coisa. O canal é bem importante para conseguir um novo emprego”.

Só quem está procurando por uma nova oportunidade sabe o quanto isso dá trabalho e, muitas vezes, desanima. No entanto, Tais destaca que é importante ter foco. “Procurar emprego dá muito trabalho, então reserve um tempo diário para isso. Não queira trocar os pés pelas mãos, coloque metas diárias para trabalhar por sua recolocação, avise os amigos, familiares, a galera do futebol, porque às vezes encontramos a recolocação onde menos esperamos. Abuse das redes sociais, saiba usar a seu favor, pois elas são bem importantes nesse momento”.

Eliane Catalano, coordenadora de recrutamento e seleção de uma empresa de RH em Curitiba, alerta que a maioria das empresas de recrutamento e seleção usam as redes sociais como principais meios de encontrar pessoas e o LinkedIn é uma delas. “Por isso, aproveite também, na hora de cadastrar seu currículo, para detalhar bem as experiências profissionais, descrever as atividades e aproveitar as palavras-chave que tenham a ver com a função. Aumenta a chance de ser chamado para entrevista”.

entrevista-de-emprego-online (1)
Foto: Unsplash / reprodução.

Fui chamado para entrevista, como me comporto?

Por causa da pandemia, praticamente todos os processos têm sido feitos de forma on-line, por isso a preocupação principal é com a internet. “Se atente à conexão, teste o áudio antes, por exemplo, cheque tudo antes”, orienta Eliane.

Segundo a coordenadora de recrutamento e seleção, é importante também que a pessoa seja expontânea. “Saiba bem seu histórico profissional, seja verdadeiro ao falar. Não tente enrolar no que diz, tenha a certeza do que fala, não tente inventar história”.

Para Tais Taga, a pessoa tem que ter a clareza de que está ali para entregar o seu melhor. “Olhe para a câmera, não olhe para baixo, lembre de sorrir. Esteja bem vestido, tanto na parte de cima, como de baixo, não esqueça de se vestir bem”.

Como as entrevistas virtuais exigem até mais agilidade, a dica é para que as pessoas pensem bem o que precisam falar e o que pode acabar sendo demais. “Antes de começar a entrevista, você pode até perguntar quanto tempo tem para a entrevista, para se organizar e saber qual nível de detalhe dar para cada resposta”.

Eliane desata que o nervosismo às vezes atrapalha o processo. “Pode ser chavão dizermos que sempre tem a vaga certa no momento certo, mas é fato. Se mantenha otimista, mas com o pé no chão. Não desista e continue buscando, porque uma hora dá certo”, conclui.