A manhã de ontem foi de espera para quem precisou dos serviços da agência da Rua João Negrão do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR). Por conta de uma falha no sistema de dados do departamento, serviços como a emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e entrega de CNHs notificadas – que estavam cumprindo suspensão – não estavam sendo prestados.

As filas por conta da ausência desses dois serviços geraram tumulto no local. Usuários do sistema estavam indignados por não entenderem o motivo da suspensão e da demora no atendimento.

Por meio da assessoria de imprensa, o Detran-PR informou que o sistema ainda depende de correções que estão sendo feitas pela Companhia Paranaense de Informática (Celepar).

Para que não aconteçam maiores conflitos entre os usuários e o departamento, o Detran-PR solicita àqueles que precisam dos atendimentos que liguem para o telefone 0800-643 73 73, ou acessem o site (www.detran.pr.gov.br), para obter informações sobre quais serviços estão em funcionamento.

Pendências

Em contrapartida aos problemas da suspensão, o Detran abriu neste mês 5.280 vagas extras para exames psicológicos na capital. As novas vagas devem suprir a demanda de processos abertos que ficaram pendentes no final de 2008 e início deste ano.

Ainda este mês serão abertas mais 390 vagas para a etapa individual da avaliação. Os testes estão sendo realizados na sede Tarumã, em Curitiba. O atendimento acontece diariamente e a média é de sete turmas de 40 pessoas por dia.

Para a etapa individual, o agendamento será realizado pelo próprio órgão, de acordo com a data de abertura de cada processo. Para os demais usuários da capital, o atendimento dos exames de aptidão física e mental será realizado pelas clínicas credenciadas, das 8h às 19h, de segunda a sexta-feira, e até as 13h no sábado.