Os meninos aprendem com monitores especializados.

A colônia de férias é uma das melhores alternativas para os pais no período das férias escolares. As crianças podem aproveitar para desfrutar de várias opções, como o contato com a natureza e outros colegas, além de brincadeiras criativas, jogos e passeios diversos. Em Curitiba, essas iniciativas estão sendo tomadas como exemplo nos mais variados lugares. Em academias, escolas municipais e particulares, no Sesc, e na Secretaria Municipal de Esporte, todos estão buscando incentivar as crianças na participação de atividades recreativas em lugares diferentes do dia a dia, em lugares fechados ou nos pequenos parques e pátios dos edifícios da cidade.

Com a opção de se divertirem em um local novo aos seus olhos e estando em contato com a natureza, as crianças aprendem a conviver com outros colegas da mesma idade, dividindo espaço nas brincadeiras e, desde cedo, já observam a importância da preservação ambiental.

As atividades realizadas pelas colônias de férias serão realizadas por várias instituições, em variados locais e com variação nos preços para inscrição.

Atendendo um número maior de crianças, com baixo valor de inscrição, o Sesc também está desenvolvendo um projeto de recreação durante o período de férias. Segundo o coordenador-técnico da área de recreação do Sesc, Adalberto Carneiro, todas as unidades da instituição estarão realizando atividades no mês de janeiro. “Ao todo, serão 18 unidades no Estado realizando o trabalho com crianças. Em todos os locais serão realizadas atividades e oficinas culturais incentivando a criatividade das crianças, o que é muito importante”, afirma.

A Secretaria Municipal do Esporte também se prepara para a realização, em janeiro, das atividades com as crianças das oito regionais das Ruas da Cidadania. “Nós atendemos cerca de 10 mil crianças por ano. Realizamos algumas recreações nas férias do meio do ano também. Cada gerente das unidades escolhe um local específico para receber as crianças da comunidade e desenvolver as atividades culturais e brincadeiras”, explica Patrícia Rosi Bozza, gerente do departamento de lazer da secretaria.

Atividades

Sesc

O Sesc promove atividades para as férias escolares. As sete unidades que funcionam na cidade vão priorizar as recreações culturais através de oficinas de teatro e de música, além da realização de brincadeiras, cama elástica, escaladas, piscinas com bolas e passeios em pontos estratégicos de Curitiba. Outro atrativo é o Sesc Verão, que acontece todos os anos na praia. No próximo ano, a partir do dia 5 de janeiro, as atividades serão realizadas em Matinhos.

Secretaria

A Secretaria Municipal de Esporte vai realizar em janeiro, no período de 26 a 30 e 2 a 6 de fevereiro o Festival de Férias, nas oito regionais da Rua da Cidadania. Em cada um dos locais, o gerente responsável escolhe onde será realizada as atividades com as crianças. Durante cinco dias, elas participam de recreações, e atividades culturais durante todo o horário de funcionamento, que vai das 13h30 às 17h.

Serviço:

Sesc: informações (41)304-2135 – (Taxa varia para comerciários e não-associados)

Secretaria Municipal de Esporte

Informações (41)350-3717 – (atividades gratuitas)

Colônia de férias à moda antiga

A Colônia de Férias do Clube da Brincadeira, da Escola Anjo da Guarda, em Curitiba, começa a funcionar a partir de amanhã, na sede da AFKids Language School. O objetivo principal é privilegiar as artes, a criatividade e o resgate das brincadeiras tradicionais e antigas, A colônia de férias incluirá, entre outras atividades, oficina de teatro, fantoches, baú de fantasias, culinária, acervo de brinquedos e jogos, contadores de histórias e passeios na natureza. “Resgatamos os valores de um antigo costume, as brincadeiras de ruas, como pega-pega, bandeirinha, pique-esconde, que estavam esquecidas. As crianças de hoje ficam presas aos jogos eletrônicos em frente ao computador. Elas não têm a mesma liberdade de anos atrás”, ressalta Maria Cristina Pires, professora e responsável pelo Clube da Criança. Os grupos de crianças serão montados por idade ou área de interesse, promovendo várias atividades ao mesmo tempo. Para cada grupo de 10 crianças haverá um “brinquedista”, a fim de mediar e orientar as brincadeiras e jogos.

Segundo Maria Cristina, a iniciativa da escola também está sendo realizada nos demais colégios da cidade.

“Todos estão percebendo a importância de se realizar essas atividades e deixar as crianças brincarem com liberdade, sem ficar restringindo o espaço nos edifícios. As brincadeiras antigas fazem parte da cultura do país, e deve ser passada para as futuras gerações da melhor maneira possível. Não com explicações de professores ou seguindo uma regra determinada. Mas sim deixando as crianças agirem do jeito que elas quiserem e fazendo as suas próprias regras. É isso que deve ser feito”, completa. Mais informações: (41) 323 4298 ou (41) 99033631. AFKids – Desembargador Vieira Cavalcanti 146 – Mercês.