Crianças e adolescentesdas escolas do Paraná começam nesta semana a participar das conferências regionais pelo meio ambiente. Os encontros serão realizados nos 32 Núcleos Regionais de Educação do Estado. O objetivo é colher sugestões dos estudantes, que servirão como base para a construção de um documento estadual que será apresentado em Brasília, de 28 a 30 de novembro, na Conferência Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente, promovida pelos Ministérios de Educação e Meio Ambiente.

Além da participação juvenil na elaboração de propostas para melhorar o meio ambiente, com o tema “Como Vamos Cuidar do Brasil”, outra motivação para os estudantes é a possibilidade de representar o Estado na Capital Federal. Do Paraná serão eleitos 14 delegados, nos dias 16 e 17 de outubro, em Campo Mourão, na Conferência Estadual Infanto-Juvenil.

Antes disso, nas conferências regionais, cada núcleo vai coordenar os debates sobre as questões levantadas na primeira fase as Conferências nas Escolas – e elege delegados e suplentes que concorrem à final.

A estimativa é que cerca de 1.500 escolas públicas, particulares, de educação especial, do campo e indígena sejam representadas nas conferências regionais por delegados eleitos nas instituições – alunos de 5 a 8 séries, entre 11 e 15 anos.