Um aparelho que identifica os estados alterados da mente foi utilizado para medir os níveis de alteração da consciência de pessoas que participam de rituais religiosos ou de grandes concentrações, como shows e feiras, em Curitiba. O RNG (gerador de números aleatórios) é um pequeno aparelho com circuito eletrônico, que acoplado a um computador tem condições de medir a freqüência da consciência. O levantamento faz parte de um trabalho desenvolvido por dois pesquisadores japoneses.

Membros de entidades ligadas à Universidade de Meiji, no Japão, os pesquisadores Tatsu Hirukawa e Kokubo Hideyuki ficaram em Curitiba durante um mês, quando participaram de rituais em grupos de candomblé, umbandistas, indígenas e praticante de ioga. Os japoneses vieram ao Brasil graças a um convênio de intercâmbio para treinamento de pesquisadores das Faculdades Integradas Espíritas. Segundo Tatsu, com o equipamento é possível evidenciar que a consciência interfere no meio físico, como preconiza a psicocinésia.

Segundo ele, o fato de várias pessoas estarem em determinado local com o mesmo propósito mentalizado provoca uma alteração, que é possível ser demonstrada pelo equipamento. A aplicabilidade do estudo é dar respaldo, por exemplo, em pesquisas que tratam do processo de cura. Outra aplicação do equipamento é identificar, de forma global e antecipada, quando um evento irá acontecer. Um exemplo foi o episódio de 11 de setembro de 2001, quando as torres gêmeas do World Trade Center foram derrubadas em Nova York, matando milhares de pessoas. Apesar de prever que algo vai acontecer, ainda não é possível prever onde e o quê, para que seja evitado.