Num pequeno estúdio em sua casa, no bairro Marinoni, em Almirante Tamandaré, o aposentado José Araújo Nascimento, conhecido como Pacheco, encara a terceira idade e mantém a cabeça ocupada fazendo arte. A pintura e a poesia fazem parte do cotidiano de Seo José, que, aos 83 anos, já faz planos para chegar aos 100. “Às vezes eu nem sinto que tenho mais de 80 anos. Na minha cabeça tenho bem menos e assim vou levando”, diz.

Seo José nasceu em Mallet, na região sul do estado, e chegou em Curitiba no ano de 1968. Veio para dar continuidade a carreira de bancário, iniciada em 1951 ainda no interior. A aposentadoria não demorou e chegou em 1974. A partir daí, a arte passou a ganhar mais atenção na vida do aposentado. “Eu já pintava e escrevia desde criança, muito pequeno mesmo. Mas foi quando eu parei de trabalhar é que eu tive tempo de dedicar mais tempo ao que eu realmente gosto de fazer”, conta.

Com mais tempo, Seo José passou a pintar quase que diariamente. Sua especialidade são os desenhos com grafite. O aposentado conta que até recebe ajuda de forças sobrenaturais para conseguir imprimir seus desenhos em tela. “Sou kardecista católico e muitas vezes me concentro e vou desenhando o que me vem em mente. No espiritisimo nós chamamos de pictografia. Se eu for desenhar por conta própria, faço pior que o meu neto de sete anos”, brinca.

Além das pinturas, Seo José também se dedica à poesia. Escreve de acordo com datas especiais e acontecimentos importantes ao longo da vida. Boa parte de seus poemas estão guardados na parte de trás de seus quadros. “Cada pintura minha, colo um poema no verso. Seja meu ou de qualquer outro poeta que eu goste. O importante é cada pintura estar próximo de um poema que tenha a ver com o tema pintado”, revela.

Charges

Seo José também une outras duas paixões: o Clube Atlético Paranaense e a charge. O aposentado é fã da veia cômica dos quadrinhos e é fã dos desenhos relacionados ao Furacão. Em seus traços é possível ver o artilheiro Barcímio Sicupira, o presidente clube Mário Celso Petraglia e o uruguaio e ex-treinador do Atlético, Juan Rámon Carrasco. “Sou apaixonado pelo o Atlético e quando tenho a inspiração desenhos os grandes ícones do clube. Tento unir minhas paixões na arte e assim vou vivendo”, completa.

Gerson Klaina
Desenhos dividem espaço com retratos de antepassados: produção do artista enriquece a decoração.