Natal é garantia de movimento no comércio e troca de presentes entre familiares e amigos. Mas a época não é feita apenas disto. Paralelamente, surgem muitas iniciativas solidárias, muitas vezes colocadas em prática por vontade e esforço próprios, para fazer a diferença e ajudar quem precisa. Não importa se a ideia é montar um grupo para juntar a dedicação e atuar de maneira solidária ou realizar uma ação sozinho mesmo, em qualquer idade. O que vale é lembrar o quanto uma pequena atitude pode impactar na vida do próximo.

Outro jeito de contribuir com alguma iniciativa solidária é participar de campanha, como estão fazendo os alunos do Colégio Adventista de São José dos Pinhais, que integra o mutirão de Natal nacional. Crianças e adolescentes começaram a mobilização para arrecadar alimentos visando a montagem de cestas de Natal. As doações serão direcionadas para pessoas carentes, entre elas catadores de materiais recicláveis moradores perto do Aeroporto Internacional Afonso Pena.

Articulação

Com o início da campanha, Milena Serafim de Paula, de 7 anos, começou a articulação dentro de casa e comentou com os pais sobre a arrecadação de alimentos. “Meu pai sugeriu que fizéssemos um vídeo e colocássemos no Facebook, o que foi feito. Explico no vídeo para poder estimular as pessoas a ajudarem. Isto é uma coisa muito importante”, afirma Milena.

Com o auxílio dos pais, Milena montou uma caixa como ponto de arrecadação de doações no condomínio onde mora. Os vizinhos também têm contribuído para a campanha. “A Milena já ajudou na mobilização na campanha de cobertores”, conta a mãe, Ivani Serafim de Paula.