No início deste ano, o Paraná-Online mostrou a história de dois veículos abandonados no estacionamento pago da rodoferroviária. Juntos, o Gol (placa DFY-8016) e o Monza (placa KGE-7531) acumulavam mais de R$ 16 mil. Na época, a Urbs não tinha nenhuma informação sobre os proprietários dos carros de Curitiba. No entanto, um dos mistérios começa a ser desvendado.

O paradeiro do dono do Gol, abandonado desde abril do ano passado, foi descoberto pela Urbs, responsável pelo estacionamento. Após muitas cartas enviadas ao proprietário, os técnicos do órgão público descobriram que o carro havia sido financiado e que apenas duas parcelas foram pagas.

De acordo com a Urbs, a partir daí foi possível localizar o dono do carro, endividado com as prestações atrasadas do veículo. Agora, o Gol foi encaminhado ao pátio da financiadora e deve ser leiloado, por causa da dívida superior a R$ 2 mil acumulada pelo tempo que ficou parado.

Vandalismo

Quanto ao Monza, abandonado próximo ao Gol, o mistério continua. O veículo está na rodoferroviária desde 2005, com mais de R$ 14 mil em multas. O carro está com a pintura gasta, farol esquerdo e retrovisor quebrados, pneu murcho, marcas de vandalismo na lataria e recados escritos no vidro como: “lave-me, por favor”, “é roubado” e “vende-se por R$ 50”. A tampa de combustível foi roubada. Tirando o valor devido pelo estacionamento, nenhum dos veículos está com multas ou pendências no Detran.