Será realizada na próxima terça-feira (9), audiência pública sobre o porto de Pontal do Paraná, às 19 horas, na Associação Banestado de Praia de Leste. O promotor de Justiça Robertson Fonseca de Azevedo, do Centro de Apoio Operacional das Promotorias do Meio Ambiente, participará das discussões.

Ele ressalta que entre os assuntos a serem debatidos no encontro estão os impactos negativos previstos no Estudo de Impacto Ambiental, em relação à infra-estrutura e à questão social, sobretudo quanto às populações tradicionais que habitam na região e à população da cidade em geral, já que a atividade portuária traz consigo problemas como aumento da exploração sexual, inclusive juvenil e infantil, maior índice de doenças sexualmente transmissíveis e questões epidemiológicas, como a possibilidade de surtos, facilitada pelo fluxo de pessoas de diferentes regiões.

Também serão discutidas as omissões do EIA/RIMA quanto aos impactos do empreendimento junto à Ilha do Mel. “O porto ficaria em frente à ilha e é notório que haveria impactos na área, que é o nosso segundo pólo ecoturístico”, afirma o promotor.