As aulas transcorreram normalmente ontem no Colégio Estadual do Paraná. Na última sexta-feira, o diretor Wilson Roberto de Souza foi afastado pela Secretaria de Educação e alguns alunos incormados chegaram a agredir professores. A Polícia Militar e o Siate foram acionados e três pessoas saíram feridas. O secretário estadual de Educação, Maurício Requião, está estudando um nome para assumir a direção do colégio.

A chefe do Núcleo Regional de Educação de Curitiba, Sheila Marize Toledo Pereira, explica que o núcleo vai administrar o colégio até que o secretário escolha outro nome. Segundo Sheila, eles estão tentando identificar os responsáveis pelo tumulto e pelas agressões para que sejam punidos.

A chefe do núcleo explica que o diretor foi destituído do cargo devido a desentendimentos com o corpo administrativo e demais professores. Mas Wilson afirma que algumas pessoas que não gostaram do seu trabalho de combate às drogas se aliaram aos professores descontentes com a sua política de inclusão social e provocaram a situação. Ontem, ele participou de uma reunião com o secretário de Educação, que se comprometeu em indicar uma pessoa que continue desenvolvendo a política de trabalho mantida por ele até agora no colégio.