Dois novos decretos assinados na manhã desta quinta-feira (06) autorizam a promoção de praças da Polícia Militar do Paraná (policiais e bombeiros militares) e a regulamentação da diária extrajornada para policiais militares. Essa novidade promete aumentar o efetivo de policiais nas ruas e pode render até R$ 720 a mais por mês aos policiais.

“A ideia é ter quase 4 mil policiais e 1,7 mil viaturas a mais nas ruas com a possibilidade da diária extrajornada, o que atenderá as cidades que precisam de patrulha”, explicou Ratinho Jr na assinatura dos decretos.

Segundo o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, o Paraná ainda tem alguns municípios com policiamento reduzido. “Teremos mais policiamento na rua já a partir de junho. O concurso da Polícia Militar só terá resultado no final do ano e em 2022 vamos capacitar os classificados, ou seja, só teríamos efetivo na rua em 2023. Dessa maneira aceleramos o processo”, disse.

Como funcionam as diárias dos PMs

O pagamento da diária extrajornada está previsto na Lei Estadual 19.130, sancionada em 2017, mas que ainda não havia sido regulamentada. De acordo com o decreto, a adesão será voluntária. A diária paga será de R$ 180,00 e, de acordo com cálculos do Governo, de junho a dezembro de 2021 serão investidos cerca de R$ 20 milhões. Com a medida será possível ter 3.970 policiais nas ruas em atividades extras, cerca de 20% do efetivo atual.

Confira a íntegra do Decreto 7.585/2021, sobre diária especial

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Hudson Leôncio Teixeira, disse que o policial poderá ter até quatro escalas extras por mês, uma por semana, o que mantém o intervalo de descanso. “Duplicaremos o número de viaturas nos horários e dias com maiores índices de criminalidade”, afirmou. “Aquele policial que tirar quatro escalas extras no mês, por exemplo, terá R$ 720 a mais em sua folha de pagamento”, explicou o Hudson.

Promoções aos policiais

O outro decreto assinado nesta quinta garante a quebra do interstício (período entre uma promoção e outra) para praças. O texto autoriza a redução de tempo para a promoção à graduação de 3º Sargento à 2º Sargento (passando de quatro anos para dois) e à graduação de Cabo à 3º Sargento (passando de cinco anos para três). A medida vale exclusivamente para as promoções de 21 de abril de 2021, 10 de agosto de 2021 e 19 de dezembro de 2021.

Confira a íntegra do Decreto 7.586/2021, sobre promoções.